Subexplicado

Decorando o Apê: Meu Cantinho do Café

Desde que eu fiz o Tour pelo Apê, antes de me mudar, prometi que mostraria os detalhes da decoração, conforme a gente fosse decorando. Só que por mais incrível que pareça, a gente já mudou há mais de um ano (o tempo passa tão rápido!!!) e esse é o primeiro post que estou fazendo para compartilhar com vocês.

Eu não gostei muito das fotos que fiz, pois o dia ainda estava começando (era umas 7AM quando eu fotografei) e o cantinho não estava com a melhor iluminação, então não reparem na qualidade duvidosa das fotos. Eu tô mostrando elas com a melhor das intenções, então compensa, né?

Quis compartilhar esse pedacinho do apê com vocês porque enquanto eu estava idealizando ele, eu pesquisei muuuuito no google para encontrar fotos reais de cantinhos do café – e apesar das fotos do pinterest para esse assunto serem lindas e inspiradoras, a grande maioria são de editoriais de revistas gringas, então um montão de coisas que a gente vê nelas e são apaixonantes a gente não encontrar pra comprar aqui no Brasil. Por isso, também, vou linkar todas as lojas que eu comprei as coisinhas, assim se vocês gostarem de algo vão poder levar pro cantinho de vocês também!

O móvel e o espaço

Desde antes de nos mudarmos eu já imaginava um cantinho do café no apartamento. Mas ele não era nesse espaço. Na frente desse passa pratos que tem na cozinha, a planta decorada do apê sugere colocar banquetas – para usar o balcão como espaço para refeições. Mas eu sempre imaginei colocar um carrinho gourmet no local, para compensar a falta de espaço de bancadas da cozinha – sério, eu tenho que me virar nos trinta para cozinhar e tudo mais! Mas o carrinho que eu queria é muito caro e eu nunca comprei.

Para o cantinho do café eu queria um outro carrinho menor, tipo de chá, e queria colocá-lo na parede, entre o sofá e a mesa de jantar, com a cafeteira e os acessórios. Então eu ia comprar esse carrinho quando adquirisse a cafeteira. Mas quando a cafeteira enfim foi conquistada, eu já tinha caído na realidade e percebi que um carrinho próximo ao sofá ia atrapalhar a passagem e não seria nada prático.

E foi aí que eu comecei a pesquisar algumas opções mais baratas que o carrinho gourmet pra colocar em frente ao passa pratos, então eu encontrei esse móvel, que é o Aparador Buffet Retrô 90 e eu comprei na loja online da Marabraz. No fim das contas eu amei o resultado e só me arrependo de não ter optado por ele antes. Não é exatamente uma extensão da bancada, já que ele é mais baixo do que ela (tem a altura de uma mesa) e fica ocupado com a cafeteira e acessórios. Mas ele é um bom apoio para preparos rápidos do café da manhã (eu brinco que ele é o cantinho do café da manhã) e o tamanho ficou ótimo para o espaço.

A cafeteira – Nescafé Dolce Gusto Mini Me

Ela ficou na wishlist da nossa casinha por muito e muito tempo. Escolhemos a Dolce Gusto pela possibilidade de fazer vários tipos de bebidas, afinal o Arthur não gosta de café e eu apesar de gostar e beber, não sou nenhuma consumidora assídua – tanto é que antes de ter essa eu não tinha nenhum outro tipo de cafeteira ou coador em casa.

A gente ganhou a máquina através da assinatura de cápsulas da própria Dolce Gusto. Funciona assim:

Você faz a assinatura de 6 ou mais caixas de cápsulas, que vão chegar a cada dois meses na sua casa – e o pagamento também é cobrado a cada dois meses pelo cartão de crédito. Você pode escolher as cápsulas que você quer receber a cada ciclo, não fica preso aos sabores escolhidos inicialmente. E então, na primeira entrega vai vir a máquina que você escolheu – a minha é a Mini Me Preta junto com as caixas de cápsulas. Nas outras entreagas você vai receber apenas as cápsulas escolhidas. Então, você precisa ficar com esse plano por pelo menos um ano.

Também dá para ganhar a máquina no site comprando 36 caixas de cápsulas. Eu preferi a assinatura pois assim eu escolho os sabores de bebidas aos poucos e não repito as que provei e não gostei – achei mais interessante dessa forma.

No final das contas você vai mesmo ganhar a máquina, já que o preço das cápsulas no site e no supermercado é muito parecido – exceto quando há promoções no mercado e o preço das cápsulas cai – mesmo assim ainda compensa.

Uma coisa importante sobre a máquia: o plug da tomada dela é de 3 pinos e 20A (tem os pinos mais gordinhos do que o que vem tradicionalmente nos aparelhos). Achei importante registrar essa informação aqui porque eu não sabia disso e tive que sair correndo atrás de um adaptador quando a minha máquina chegou – e eu não achei, então eu troquei a tomada onde eu a ligo – o que é uma opção mais segura. Mas se eu soubesse teria feito a mudança com mais calma antes da máquina chegar.

Tanto o Arthur quanto eu ficamos muito satisfeito com a máquina, com a variedade de sabores e com as bebidas que experimentamos – claro que algumas mais que outras, de acordo com o nosso gosto. Aliás, eu estou pensando eu fazer um post sobre as bebidas em si e ir atualizando conforme for experimentando. O que vocês acham?

O Porta-Cápsulas Rosé Gold

Acho que quem tem a Dolce Gusto e gosta das bebidas diferentes que ela faz, além do café tradicional, sabe como é complicado organizar as cápsulas. Isso porque a maioria das bebidas (diferentes do café) usam duas cápsulas para ficarem prontas: uma de leite e uma da mistura que vai acompanhar (chai, chocolate, café…) e aí se a gente coloca as cápsulas soltas dentro de uma lata, por exemplo, acaba virando uma luta na hora de preparar a bebida, pois tem que encontrar a cápsula que faz par no meio de todas as outras. Então, pra mim, ter um organizador de cápsulas foi primordial. E eu amei esse rosé gold, da Future Utilidades. Eu comprei ele na Leroy Merlin.

Antes de comprá-lo eu coloquei as cápsulas nessa lata preta que apareceu nas fotos anteriores, que é uma lata linda, para chá, que comprei na Rede Angeloni. Ela ainda está com cápsulas pois comprei o porta-cápsulas aramado ontem e ainda não reorganizei as coisas. Mas dentro da lata estão apenas cápsulas que são usadas sozinhas, para evitar a odisséia de ter que caçar a cápsula-par.

O porta-pães de bambu

Bem acima do passa pratos tem um porta-pães de bambu (dá pra ver melhor na foto lá de cima, a que mostra o móvel todo), que olha, foi uma saga para encontrar o que eu queria no preço que eu podia pagar, então não tinha como não falar dele por aqui.

Já fazia um tempão que eu queria um acessório desses pra cozinha. Primeiro porque eu acho lindo – eu amo coisas de bambu e essa caixa com porta basculante, todinha em bambu, é tipo um caso de amor pra mim. Segundo porque a gente costumava largar o saco de pães jogado em cima do passa-pratos e ficava com aparência de bagunçado mesmo que a casa tivesse acabado de ser arrumada.

Sempre que eu via para vender era mais de 150 reais e eu achava esse preço bem caro. Até que eu fiz a assinatura das cápsulas e ganhei a máquina. Aí eu comecei a montar o cantinho do café e sabia que tinha que ter o meu porta-pães. E foi então que eu conheci a Rede Angeloni – e acabei comprando várias outras coisinhas além do porta-pães (como por exemplo a lata para chá e essa tábua de bambu onde está apoiada a cafeteira).

O porta-pães custou R$89,00 (bem mais barato do que os outros que eu pesquisei) e assim como todos os outros itens que comprei, é de excelente qualidade. A loja foi um achado e isso não é publi (quem me dera fosse, eu compraria a loja toda se pudesse! #angelonimepatrocina?), mas eu recomendo demais, o frete foi barato e chegou muito rápido.

Em cima dele eu deixo um regador esmaltado com plantinhas fake e uma cestinha com adoçantes, cacau em pó e canela, pra usar nas bebidas. A parede-lousa eu fiz com papel contact preto fosco.


E aí, pra completar tudo, tem um quadrinho com uma xícara de chá – que na verdade é a tampa de uma caixa para chá que eu ganhei da minha cunhada e é linda demais, e uma mason jar com açúcar, pra quem quiser adoçar as bebidas.

Apesar de ainda faltar um detalhe ou outro (como por exemplo a tomada que temos que puxar até esse local, pois ainda temos que deslocar a máquina até bancada quando vamos usá-la), acho que esse é o primeiro cantinho do apartamento que ficou pronto de verdade e que eu não to imaginando mais mil coisas que faltam comprar pra terminá-lo.

Quem me acompanha lá no instagram (e se você não se enquadra nesse grupo seleto de pessoas incríveis, corre lá: instagram.com/cami_mrtns) já percebeu que eu estou apaixonada por esse espaço. E eu também tenho compartilhado outros pedacinhos do apê por lá.

Espero muito que vocês tenham gostado desse post, que eu fiz com muito amor para inspirar vocês.
Me conta se você tem um cantinho do café na sua casa e o que você acha desses espaços. Adoro conversar!

Inspiração e Decoração no Homify
Home Office com Mesa Cavalete