Subexplicado

Subexplicado

Tour Nestlé Chocolover

Fábrica de Chocolates Nestlé (Fonte:  Galeria da Arquitetura)
Olá, pessoal! Tudo bem???
No último sábado fui visitar a Fábrica de Chocolates da Nestlé, que fica super perto de casa, em Caçapava – SP.

Faz muito tempo que quero conhecer, mas acabava que nunca me informava… Aí no fim do ano passado tomei a decisão! (rss) Entrei no site e agendei. Agora vou contar um pouco pra vocês sobre como foi e o que tem por lá!

Como não pode tirar fotos ao longo do passeio, vou colocar fotos que encontrei na internet, para ilustrar o post e também pra matar a curiosidade… No final coloco as fotos que tirei na Lojinha de Chocolates, que estão ruins pois tirei com o celular.
 
Túnel vermelho para entrar na fábrica – com cheiro de chocolate! (Fonte: Galeria da Arquitetura)
Quando chegamos, fomos até a recepção. Lá fomos atendidos por uma moça muito educada – que foi a nossa Guia no passeio – e preenchemos um formulário, pagamos a taxa de visita, no valor de R$10,00, recebemos uma chave para o armário onde devemos guardar bolsas, celulares ou outros objetos, e podemos nos sentar em bancos que lembram tabletes de chocolate… Lá tem uma taça grande, cheia de Kit Kats em miniatura (parece mini-bis só que MUITO melhor) e eu comi vários!
Assistimos um vídeo que faz uma pequena introdução sobre a Nestlé e sua história com o chocolate e informa as regras para a realização do tour:
– Não pode entrar de chinelo, regata ou short;
– Não pode comer nada ao longo da visitação;
– Não pode tirar fotos ou filmar.

E Então a Guia nos leva para o tão esperado passeio.
Sou apaixonada por arquitetura e esse túnel de vidro com película vermelha já fez o passeio valer a pena! (rs) E o cheiro de chocolate? DE-LÍ-CI-A!!!
Floresta de Cacau (Fonte:  Galeria da Arquitetura)

Entramos em uma sala decorada com fotos de uma plantação de cacau e som ambiente de floresta… Super legal!

Sala do Alpino (Fonte:  Galeria da Arquitetura)
Então vamos passando por várias salas, com temática dos maiores sucessos da marca, por ordem cronológica. O alpino foi o primeiro chocolate lançado pela Nestlé!
Corredor dos chocolates recheados: a janela mostra a linha de fabricação do Prestígio, Smash, Charge, Lolo e Choquito (Fonte:  Galeria da Arquitetura)
A experiência toda é muito legal! Quem nunca quis visitar uma fábrica de chocolate? Eu sempre tive vontade! Lógico que para as crianças que assistiram "A Fantástica Fábrica de Chocolates" deve ser um tanto quanto decepcionante, já que é tudo muito diferente, mas tenho certeza que até eles se encantam com tanto chocolate e o ambiente lúdico que a Nestlé criou.
Lojinha de Chocolates
No final da visita, a gente pode ir até a Lojinha Nestlé Chocolover. É um paraíso! Lá tem muita coisa legal bem mais barato do que no mercado!
Saldo da visita: Muitos chocolates e mais calorias ainda!

Tem até alguns dos chocolates à granel, não todos (infelizmente) mas dá pra fazer um estrago na dieta (rss).

Como já falei antes, a Fábrica fica em Caçapava – SP, na Av. Henry Nestlé, número 1800 – marginal da Rodovida Presidente Dutra.

Antes de sair correndo para lá, agende a visita aqui. Para entrar custa R$10,00 – para o pagamento da entrada aceita somente dinheiro.
No final da visita, você ganha um saquinho recheado de chocolate – por pessoa – que já vale o ingresso.
Espero que tenham gostado, se tiver oportunidade de fazer o tour, aproveite, é realmente muito gostoso!
Amantikir Garden – Campos do Jordão – SP
(O dia em que eu não subi a) Pedra do Baú – São Bento do Sapucaí – SP
SOS Cupcakes – São Paulo / SP

Resenha: Perdão, Leonard Peacock

Hoje eu trouxe para o blog a minha primeira resenha sobre livros.
O livro que escolhi foi "Perdão, Leonard Peacok" do Matthew Quick. Foi o primeiro livro que li esse ano e gostei muito.
O que diz a sinopse:

Hoje é o aniversário de Leonard Peacock. Também é o dia em que ele saiu de casa com uma arma na mochila. Porque é hoje que ele vai matar o ex-melhor amigo e depois se suicidar com a P-38 que foi do avô, a pistola do Reich. Mas antes, ele quer encontrar e se despedir das quatro pessoas mais importantes de sua vida: Walt, o vizinho obcecado por filmes de Humphrey Bogart; Baback, que estuda na mesma escola que ele, e é um virtuose do violino; Lauren, a garota cristã de quem ele gosta, e Herr Silverman, o professor que está agora ensinando à turma sobre o Holocausto. Encontro após encontro, conversando com cada uma dessas pessoas, o jovem ao poucos revela seus segredos, mas o relógio não para: até o fim do dia Leonard estará morto.

Título: Perdão, Leonard Peacock (Forgive me, Leonard Peacock – no original)
Autor: Matthew Quick
Editora: Intrínseca
Edição: 1
Ano: 2013
Especificações: Brochura | 224 páginas
A história se desenrola em torno do aniversário de 18 anos do Leonard. Ele decide dar um fim à sua vida – que ele considera miserável – no mesmo dia em que ela começou.
É uma trama bem densa, já que se trata de suicídio e portanto, uma mente perturbada e infeliz, mas foi uma leitura muito fluida.
O livro todo se passa em um dia, porém, contém alguns flashforwards e lembranças de infância.
Ao longo da leitura, ficamos sabendo os motivos para o Leonard ser tão infeliz, conhecemos as pessoas mais importantes da sua vida, para quem ele entregará presentes e descobrimos o motivo para ele querer matar seu ex-melhor amigo e o que ele fez para ser ex.
Não é um livro depressivo, apesar de tratar sobre depressão. É uma leitura carregada de emoção e que nos leva a algumas reflexões sobre a nossa própria vida. Nos faz pensar sobre as nossas escolhas e sobre nossa felicidade (que muitas vezes baseamos em conquistas determinadas pela sociedade e não pelos nossos sentimentos).
 Um personagem que me chamou muito a atenção (além, obviamente, do Leonard) foi o Herr Silverman. Apesar de sabermos dele apenas o que o Leonard nos revela ou o que ele mostra ao longo dos diálogos entre os dois, é um personagem muito bem definido. Tem padrões elevados, não se abala com a resposta dos outros às suas ações e é digno de admiração. Com certeza todos os seus conselhos para o Leonard são pontos fortes do livro.
Uma coisa que eu surpreendentemente gostei muito foram as notas de rodapé. Como são extensas, quando bati o olho eu não gostei, já que sempre acabo perdendo o fio da meada. Mas elas são um complemente muito bem vindo, pois nos ajudam a compreender toda a complexidade dos sentimentos do Leonard, entender o que realmente se passa em sua vida para que ele tenha encontrado uma saída tão extrema.
É um livro que indico, se você gosta de tramas mais complexas e drama. Pra mim, que não gostei de O Lado Bom da Vida, foi uma surpresa boa.
 Espero que vocês gostem da resenha e que eu não tenha me perdido ao longo dela.
Um beijo,
Minhas últimas leituras – 6 livros para ler nas férias
Troquei meus livros por um Kindle
5 livros de Terror para ler em Outubro (Mês do Horror)

Praia da Fortaleza (Ubatuba – SP)

Praia da Fortaleza em Ubatuba (foto do Kekanto)

Olá, pessoal! Tudo bem?
Como passaram o fim de semana? O meu foi muito bom!!!

     No Sábado, o Arthur e eu fomos à Ubatuba, na Praia da Fortaleza. Como podem ver nas fotos acima, o lugar é deslumbrante! Infelizmente esqueci minha câmera no carro e acabei ficando sem fotos. Essas duas acima (as quadradas) são do meu instagram – da última vez que estive lá, em março do ano passado.
Equipamento para snorkeling: Máscara, snorkel e nadadeiras.
     Nós fomos para praticar snorkeling, ou mergulho livre. Pra quem não conhece, nada mais é do que a observação da vida marinha com máscara, snorkel (tubo de ar) e nadadeiras. É muito fácil e delicioso de fazer. Uma experiência fascinante!
Foto de Março de 2013, quando fomos com nosso amigo Felipe Cota.
    A praia é cheia de peixes! O Sargentos (esses peixinhos com listras amarelas, da foto acima) ficam por toda parte e se levar maçã ou ração, eles vem comer na mão, na superfície!
     A água é muito tranquila e clara, parece uma piscina! Tem bastante pedras, mas nada que atrapalhe; pelo contrário: é nas pedras que ficam a maioria dos peixes!
Cardume de Salemas (essa foto não é da Praia da Fortaleza – fonte: cifonauta)
     Além dos sargentos, vi várias outras espécies de peixinhos,  inclusive o peixe salema (da foto acima) que eu ainda não havia visto nenhuma outra vez que mergulhei. Também tinham ouriços, baiacus-pintados, um peixe-borboleta filhote, muitas algas…
     E tive a sorte de ver uma arraia! Ela estava descansando na areia e eu afundei bem em cima dela. Não sei qual de nós duas se assustou mais! Então ela foi embora, se chacoalhando pra tirar a areia das costas… Foi maravilhoso!!!
     O acesso à praia se dá por via secundário, pela entrada da Praia Dura. Com certeza indico essa praia!
     Espero que tenham gostado!
Um beijo,
Amantikir Garden – Campos do Jordão – SP
(O dia em que eu não subi a) Pedra do Baú – São Bento do Sapucaí – SP
SOS Cupcakes – São Paulo / SP

Caixa de Correio #1 – Dezembro/2013

Os novos de Dezembro =D

 

     Olá, pessoal!!! Tudo bem?

     Comigo, tudo ótimo!

Hoje vim fazer uma "Caixa de Correio" sobre livros. Vou mostrar tudo que eu comprei e ganhei em Dezembro. Nem tudo chegou necessariamente pelos Correios, mas vamos fingir que sim, né? 😛

      Vou fazer uma pequena apresentação dos livros e escrever algumas palavras sobre os que já li.
     Tem bastante coisa, pois além de Dezembro ter sido um mês com muitas promoções, também foi Natal e eu ganhei alguns livros, entre outras coisas.
Presentes de Natal
      Pra começar, os livros que ganhei de Natal!!! 😀
     Ganhei de Natal:

 

– A Culpa é das Estrelas (John Green): Ganhei da minha cunhada e meu sogro. Já o li e minha opinião sobre ele é quase a mesma da maioria das pessoas… Digo "quase" porque apesar de ter gostado, não foi nada da coisa mais emocionante da minha vida inteira. De qualquer forma, foi um livro 4 estrelas.
– Extraordinário (R. J. Palacio): Também ganhei da minha cunhada e meu sogro, junto com "A Culpa é das Estrelas.  Já o li e foi simplesmente o meu "livro do ano". Apesar da simplicidade da escrita, é um livro extremamente profundo. Não dá sequer pra imaginar pelo que o August passa, mas mesmo assim você acaba tentando se colocar no lugar dele e o admira muito, por toda sua garra, determinação, coragem… Uma lição de vida!

– Morte Súbita (J. K. Rowling): Estou bem curiosa pra ler esse livro. Na verdade eu nunca li nada da autora (pois é, nunca li Harry Potter). Vou tentar ler ainda esse mês.

– Cidades de Papel (John Green): Esse eu não ganhei de Natal, ele acabou ficando na foto dos presentes. Já li e não gostei muito. Achei os personagens chatos. O Q não tem o mínimo de personalidade, seus amigos são superficiais e a Margo é totalmente egoísta. A história foi totalmente previsível.

                                    

 

 – As Crônicas de Gelo e Fogo – Volumes I, II e III (George R. R. Martin): Estava louca por esses livros e ganhei esse box do meu marido, Arthur =D

     Estou louca pra começar a ler. Coloquei apenas alguns livros mais fininhos na frente, mas vou começar a lê-los ainda esse mês!

 

Comprei na Internet
     Livros que comprei:
 

– Bela Maldade (Rebecca James): Comprei na Americanas.com. Já o li e gostei. Não foi nada revelador, nem marcante, mas foi uma leitura gostosa, cheia de mistério e o final, pelo menos pra mim, não foi previsível.

– Quinze Dias em Setembro (Ryoki Inoue): Ainda não li. Comprei pois estava MUITO barato e a sinopse me chamou a atenção.

– A Estrada (Joe Hill): Adoro livros de terror e quando soube que esse era do filho do Stephen King, eu quis ler na mesma hora! Estou lendo e estou gostando bastante!

– Perdão, Leonard Peacock (Mathew Quick): Esse na verdade entrou na foto de intrometido rss.. Comprei em Dezembro mas só recebi esse mês, mas já que está aqui… Já li esse livro e gostei bastante! É um livro que te faz pensar sobre as coisas… Não sei explicar bem, mas gostei muito!

– O Lado Bom da Vida (Mathew Quick): Também já li e não gostei muito. Fiquei realmente cansada da leitura, tudo o que se lia era sobre futebol americano ou o endeusamento da Nicki pelo Pat… Foi uma decepção. Isso sem falar nos spoilers de livros clássicos! O autor simplesmente deduz que que está lendo já leu todos os clássicos que ele quis citar e conta o final, deliberadamente!

– Feita de Fumaça e Osso (Laini Taylor): Ainda não li, mas estou bem curiosa.

– O Morro dos Ventos Uivantes (Emily Bronte): Também não li ainda, mas é uma das minhas próximas leituras.

– O Milagre (Nicholas Sparks): Ainda não li e na verdade comprei pois estava bem barato. Pra ser sincera, pelo último livro que eu li do autor (Querido John) eu não estou nem mesmo curiosa. Não é o meu autor favorito da vida…

Comprei no Sebo

 Livros que comprei no Sebo:

– Descendentes (Jean Simon): A primeira vez que li esse livro eu devia ter uns 12 anos. Sempre adorei terror e esse livro tem uma capa (não tirei fotos mas pretendo fazer uma releitura pra resenhar e aí colocarei mais fotos) que me dava muito medo quando eu era criança… Quando está de ponta-cabeça, a capa parece uma caveira demoníaca – hoje, com a minha idade, já não é muito assustadora. Enfim, eu gosto bastante dele e o que eu tinha – nem sei por onde anda – estava se desintegrando, então achei esse na Estante Virtual e comprei 🙂

– O Grande Gatsby ( F. Scott Fitzgerald): Comprei em um sebo aqui da minha cidade, é uma edição antiga, da Abril Cultural. Já li e posso dizer: FOI PURA DECEPÇÃO! Eu estava tão empolgada com esse livro, achando que seria o livro da minha vida (pois havia lido TANTA coisa positiva a respeito) e eu não sei se foi minha expectativa muito alta ou se ele realmente não é nada… Não achei o Gatsby nada grandioso. A história é superficial, não tem nada de novo ou chocante.

E esses são os livros que vieram morar aqui em casa no mês passado! 🙂

Planner Realize 2018 – Ateliê Donna Rita
Redken Curvaceous – No Foam (Shampoo / Co-wash) e Ringlet (Finalizador / Definidor de Cachos)
Meu Planner 2017 – Loja Donna Rita

Réveillon 2014 em Monte Verde – MG

Fonte da Imagem: natalemmonteverde.com.br
     Como passaram o fim do ano?
     Espero que muito bem! Afinal, para começar o ano bem, nada melhor do que terminar bem o anterior!
     O Natal nós passamos com meus pais e meus irmãos, em Águas de Santa Bárbara – SP, onde eles moram.
     Já na virada para 2014, o Arthur e eu decidimos conhecer algum lugar diferente,  longe de muvuca.
     Pesquisei bastante e achei Monte Verde, no Sul de Minas. Fica perto de onde moramos (São José dos Campos / SP), menos de 200 km.
    A cidade é pequena, tem menos de 20 mil habitantes. O "point" é uma única avenida, chamada Monte Verde, onde fica concentrada a maior parte dos restaurantes e o comércio em geral.
Vista dos Chalés da Pousada Grayaca

     Ficamos hospedados na Pousada Grayaca , mas eu sinceramente não indico. Várias informações que me passaram eram meias-verdades e o atendimento, principalmente para fazer a reserva, não é dos melhores.

Monte Verde é uma cidade serrana, como Campos do Jordão. A temperatura estava bem amena, Ficou em torno de 20º durante os 4 dias que passamos lá e apesar de ter nos impossibilitado de usar a piscina, eu adorei o "friozinho" – quando saímos de Monte Verde, estava fazendo 16º, chegamos em São José e estava 32º, quase morri de desgosto (hahaha).

Melman, na Pedra Redonda
     O forte da cidade é a natureza, existem várias trilhas, tanto para fazer a pé, como de quadriciclo (que é alugado por lá – existem muitas operadoras que fazem o passeio, a maioria fica na Av. Monte Verde mesmo), de carro 4X4, de cavalo (também dá pra "alugá-los").
     Acabamos fazendo apenas uma trilha, para a Pedra Redonda. Pretendemos voltar para explorar o lugar, mais radicalmente… O Melman não ia querer parar quieto em cima do quadriciclo!
      Na verdade, andar pelas ruas da cidade de carro já é quase um passeio off road (haha). As ruas são muito esburacadas, mas são MUITO mesmo! Por toda parte..
Arthur e Melman, meus modelos preferidos!
     A Av. Monte Verde toda estava super decorada, do Natal. Muito bonita, mesmo! Pena que as minhas fotos não ficaram boas. A cidade estava bem cheia, mas mesmo assim tranquila!
     Uma coisa muito importante a ser dita: a cidade é muito receptiva com cachorros! Eles podem entrar no mercado, muitas pousadas os aceitam e inclusive vários restaurantes! Por isso, se você tem ou gosta, é o destino ideal! Se não gosta, melhor ficar longe!
     Nós adoramos isso! Encontramos várias famílias andando com seus peludinhos, fizemos amizades… O Melman então, estava no paraíso!
     A virada em si, foi bem tranquila! Tinham vários restaurantes que fecharam pacotes com jantar e festas para o Réveillon, mas optamos por não ficar em nenhum, já que o Melman não para quieto. Também teve restaurante que serviu jantar, sem necessariamente ser um pacote e isso foi ótimo!
     Na hora dos fogos, fomos ao Aeroporto – o mais alto do Brasil! Lá estava lotado, pois foi a melhor vista para o show de luzes, de toda a cidade. Acabei ficando dentro do carro, com o Melman, pois começou a chover.
     Um alerta MUITO GRANDE: Leve dinheiro vivo!!! Não sei o que acontece, mas vários lugares não aceitam cartão, seja débito ou crédito, e o único banco que vi por lá foi o Bradesco.
     Foi uma viagem muito gostosa e uma virada bem tranquila, gostamos muito! A cidade é aconchegante, as pessoas são educadas.
     Com certeza eu recomendo, principalmente se você gosta de natureza, quer fugir do calor excessivo e da agitação.

Se quiser saber mais sobre a cidade, vale a pena visitar o Guia Monte Verde, lá tem tudo: dica de passeios, hotéis, restaurantes, previsão do tempo… Enfim, bem completo! 🙂

Amantikir Garden – Campos do Jordão – SP
(O dia em que eu não subi a) Pedra do Baú – São Bento do Sapucaí – SP
SOS Cupcakes – São Paulo / SP

Feliz BLOG Novo!!!

     O novo nome: Sugary Lemonade. Ele estabelece o novo rumo que decidi dar ao blog. Assim como o título, que não diz nada, o blog não será definido.
     Como viram, o blog não foi pra frente, isso porque eu simplesmente tinha o limitado demais. Me sentia presa para escrever, estava fadada ao mesmismo. Blogs de beleza tem aos montes, assim como de moda, literários, sobre viagens, sobre animais, sobre o fundo do mar… E eu gosto disso tudo!

Por isso eu mudei o título do blog, ao invés de apagá-lo e fazer outro. O último (único na verdade) post (sobre maquiagem) não será apagado, pois é provável que eu poste outras coisas sobre o assunto; eu gosto. Mas agora os assuntos serão ilimitados. Não será um blog sobre algo, será um blog sobre mim!

     Vou falar sobre viagens (que farei – infelizmente não são muitas), sobre os livros que leio (esses são vários), sobre cosméticos, sobre o Melman (meu filho e cachorrinho), sobre minha vida com meu marido, sobre meus estudos… Será nada mais do que um blog: um diário virtual.
     Espero que gostem de ler sobre livros, viagens, animais, fundo do mar… Eu vou adorar escrever!
    Um beijo,
5 coisas que todo blogueiro precisa saber
Crochê: aprendendo uma nova paixão
Troquei meus livros por um Kindle
Página 31 de 31
«1 ...2728293031